Stop motion

Capturar e registrar momentos preciosos é um dos objetivos da fotografia. O autor da foto precisa ter, de preferência, domínio da técnica, um bom equipamento e uma boa dose de bom senso (claro que com vocação pra coisa o resultado fica ainda melhor) para que o produto de seu trabalho seja agradável aos destinatários das imagens. Ainda que o destinatário seja ele mesmo.

Fotos de casamentos, retratos, paisagens, animais, nascimento de pessoas, formatura, família, amigos, viagens e objetos de arte são exemplos clássicos e corriqueiros, vemos toda hora por aí, fazem parte do nosso cotidiano. Porém, existe uma técnica utilizada no mundo da fotografia que desperta atenção pelo seu produto, tamanha a criatividade, domínio da técnica e ferramentas e complexidade envolvidas em sua aplicação: o stop motion.

Ele consiste na utilização de brinquedos, massinhas de modelar e qualquer outro objeto, além de pessoas, para a construção de animações. E isso utilizando a fotografia. Movimentam-se e fotografam-se quadro a quadro os itens e como resultado temos a ilusão de que eles estão se movimentando. Ou seja, monto uma cena e fotografo, monto outra cena e fotografo e assim por diante. Com a edição de textos e sons, o resultado é fantástico.

George Mélies
, mágico ilusionista francês, foi um dos primeiros a utilizar o stop motion para criar efeitos no cinema, onde decidiu expandir sua arte. Através da técnica ele criou admiráveis ilusões e um exemplo foi “Viagem à Lua”, de 1902. Mais perto de nós, seguindo a régua do tempo, temos o clássico “O estranho mundo de Jack” de 1993.

Aqui estão dois vídeos que deixo como bons exemplos de stop motion:

O primeiro, feito por @luisamollo e Paulo Freitas, alunos de Desenho Industrial na UFES, foi resultado de um trabalho acadêmico. “Rigor mortis” é um stop motion sombrio, não devo descrevê-lo para não preparar o leitor rs. O vídeo deveria ter sido inscrito na 5a. REC que rolou esse ano naquela universidade, de tão bom que ficou:

O segundo stop motion, feito pelo casal Cassidy Curtis e Raquel Coelho, mostra de forma muito criativa como se faz um bebê. O vídeo foi realizado durante os 9 meses de gestação e ficou bem divertido:

No site do casal eles descrevem na prática um bom projeto de stop motion, confira:  http://www.otherthings.com/howtobaby/

Procure por stop motion no youtube e divirta-se, vale a pena!

Tags:

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário