Boyásha Trup – Fotos da peça “A Mais Forte”

Peças teatrais e shows são bons motivos para serem fotografados. São dinâmicos e exigem maior esforço do fotógrafo quando este não conhece a sequência das cenas ou o set list da banda. Neste último caso imagino que seja assim, pois ainda não fotografei um show de música.

As luzes e os cenários fornecem possibilidades de enquadramentos bacanas e, além disso, as expressões dos artistas imprimem nas fotos um pouco da emoção que eles transmitiram a quem assistiu a peça ou ao show.

Em fevereiro tive a oportunidade de assistir a peça “A Mais Forte”, da companhia de teatro Boyásha Trup, de Vila Velha/ES. Assisti duas vezes: a primeira na Academia de Letras Humberto Campos e a segunda na FAFI. Com produção e direção dos colegas Murillo Iglesias e João Paulo Stein e figurino de Luisa Mollo, a peça é uma adaptação da obra de August Strindberg e faz referência a uma história onde paixão, amor, ódio e medo se confundem.

Por referir-se a sentimentos subjetivos (afinal de contas o que lhe amedronta pode, de repente, me divertir) a peça faz com que cada espectador imagine como será o desenrolar da história.

Sinceramente não é o tipo de peça teatral que eu gosto (na verdade preciso ir mais ao teatro rs). Mas, deixo aqui registrado meus parabéns a equipe envolvida no projeto. Pois, apesar de não ser do meu gosto, não tenho como não falar bem da encenação, os atores representaram muito bem e souberam aproveitar os recursos que lhe estavam disponíveis.

Deixo aqui algumas fotos da apresentação na FAFI. Não ficaram boas como as de Bruna Prado (sou fã das fotos dela e é até insano pensar em comparação), mas compõem meu primeiro registro de fotografias de peças de teatro rsrsrsrs.

Sucesso, Boyásha!!

Tags: , , , ,

Gostou? Compartilhe!

Um comentário para “Boyásha Trup – Fotos da peça “A Mais Forte””

  1. […] foi um mês “movimentado”… além de fotografar pela primeira vez uma peça teatral também fotografei a coleção criada por Luisa Mollo para seu trabalho de conclusão de curso em […]

Deixe um comentário