Tag: ‘Internet’



Canon Pixma – Making Of do vídeo promocional

Saturday, October 23rd, 2010

Quando conseguimos unir à fotografia criatividade, técnica e autenticidade os resultados obtidos são, no mínimo, impactantes! De vez em quando encontro na Internet bom exemplos desta união e há poucos dias li no Twitter um post que divulgou o vídeo de making of do vídeo promocional da série Pixma de impressoras da Canon.

Percebe-se o trabalho de profissionais gabaritados, é só dar uma olhadinha no material utilizado, nas geringonças montadas e nos títulos dos feras que encabeçaram o projeto. Muito, mas muito interessante o resultado.

Trabalhos como estes são inspiradores. “O que eu posso fazer de diferente, de impactante?” Foi a primeira pergunta que me veio à mente…

Eis o vídeo:

Canon Pixma: Bringing colour to life from Dentsu London on Vimeo.

Você e a mídia social

Wednesday, March 10th, 2010

Quem não ouviu o termo “Mídia Social”? Quem não ouviu falar de Twitter, Facebook, Orkut, Youtube, MySpace, (coloque aqui o seu exemplo)? Quem que navega na Internet e não tem uma conta ou visita pelo menos um desses exemplos?

Músicas, vídeos, fotos, textos, poemas, livros… há uma infinidade de itens que podem ser veiculados na mídia social.

Mídia social?!

Segundo a Wikipedia, “Mídias Sociais” é um conceito que existe antes da Internet e das ferramentas tecnológicas, mas é claro que ele não tinha esse nome. Tal conceito é formado pela “produção de conteúdos de forma descentralizada e sem o controle editorial de grandes grupos, ou seja, significa a produção de muitos para muitos”.

As ferramentas de mídias sociais são sistemas online criados para que haja relacionamento social a partir do compartilhamento e formação conjunta de informação em vários formatos. O Twitter, Facebook, Orkut e outros compõem o catálogo de ferramentas disponiveis.

Ah, e eu com isso?

Você é um fotógrafo e cobriu um casamento perfeito, a noiva gostou muito, o trabalho saiu como você e o casal desejou. Se fosse há algum tempo ela divulgaria as fotos para o círculo social dela, para as suas amigas, para as pessoas que lhe visitassem e ela oferecesse seu álbum de casamento para verem enquanto aguardasse o cafezinho.

Hoje ela pode montar um álbum no Facebook e deixar o álbum lá, lindo para ser visto, e aumentando exponencialmente a oportunidade de uma noiva passar por lá e perguntar quem fez o trabalho e ela então lhe recomendar. Você pode ainda colocar o seu trabalho no seu blog, aumentando ainda mais as oportunidades.

Tenho um amigo com talento incrível para desenho. Manoel Ricardo, ilustrador e ruivo, ele publica semanalmente em seu blog um diário de produção de uma história em quadrinhos que possui roteiro de seu professor universitário. Ele divulga a atualização de seu blog no Twitter e neste exato momento ele possui 115 seguidores, são 115 pessoas sabendo que ele tem novidades pra mostrar e, supondo que cada um deles tenha apenas 10 seguidores, se eles derem um RT no post do Manel mais 1150 pessoas podem ver o trabalho do meu amigo ilustrador. Quanto tempo ele demoraria para divulgar o trabalho dele para essa quantidade de pessoas e ao mesmo tempo se não fosse com o Twitter?

Não uso, é besteira.

Algumas pessoas colocam empecilhos na utilização da mídia social com as seguintes alegações:

1 – Eu vou ocupar muito tempo em frente ao computador;
2 – É muito difícil ser percebido diante de tanta coisa que tem por lá;
3 – Poucas pessoas com quem interajo são potenciais clientes;
4 – Não existe método comprovado de sucesso;
5 – Mensurar a efetividade da coisa pode ser difícil.

Para cada uma delas há uma contra-argumentação:

1 – Você não precisa interromper seu dia. Você pode utilizar seu celular para manter-se à mostra, para mostra que estar vivo na mídia social enquanto está em alguma fila, por exemplo. Sem falar no notebook;
2 – O que é bom se destaca, assim como é feito pelo marketing tradicional;
3 – Você pode ter muito mais audiência por menos dinheiro que jamais teve antes;
4 – Existem muitas oportunidades para fazer seu nome através da inovação;
5 – A percepção de sua marca, de seu produto tem um valor real, ainda que seja difícil quantificar.

Confusão

Algumas pessoas confundem as mídias sociais com salas de bate-papo ou com rodas de amigos em um bar virtual, talvez. E, ao mesmo tempo em que tentam divulgar seu produto, seu trabalho, conseguem sujar sua marca, conseguem se tornar cansativos e sem sabor perante quem os acompanha.

No Twitter, tentam mostrar sua marca, seu nome, o nome de sua empresa até, ao mesmo tempo em que postam novidades do BBB, que avisam que suas mães fizeram uma macarronada deliciosa, que falam mal de seu chefe líder, que ficam narrando o jogo de futebol que estão assistindo ou que simplesmente não se seguram e xingam à vontade para todos verem.

Questão de bom senso. As ferramentas estão aí para ser usadas, se não dão o efeito esperado talvez seja porque estão sendo manuseadas de forma errada.

Fonte: Black Star Rising

Trailer Addict

Wednesday, December 9th, 2009

“- Tsc, não sei se esse filme é legal…”
“- Acabei de ler a sinopse de um filme e queria dar uma olhada no trailer”

Diante de perguntas como essas o que fazemos, na maioria das vezes? YouTube na cabeça. Aí perdemos tempo procurando e caímos no risco de acharmos vídeos sem qualidade ou que pelo menos não respondam a perguntas semelhantes às acima citadas. Afinal de contas, até o Papai Noel pode se autopromover por lá…

Descobri recentemente um site muito bacana para quem gosta de filmes. Muito útil para quem quer baixar assistir novos ou antigos filmes e querem dar um preview para conferir se vale a pena o download a compra do vídeo, o Trailer Addict fica como dica.

O slogan “Your Daily Dose of Hi-Res Movie Trailers” (algo como “sua dose diária de trailers de filmes em alta resolução”), revela a proposta do site, muito bem executada, por sinal. Ele contém muitos, mas muitos vídeos de filmes tanto novos quanto antigos. Com um eficiente e simples sistema de procura, você pode encontrar, além dos trailers: um top list com os 150 filmes mais populares da semana; cenas deletadas; entrevistas; making off; trilha sonora e por aí vai.

OK, você pode até ter isso no YouTube. Mas, a praticidade de encontrar o resultado que você procura com agilidade e qualidade “só o Trailer Addict oferece a você”. Não, este não é um link patrocinado. rsrs..

Livro, filho e árvore

Saturday, December 5th, 2009

Há um ditado popular que diz que um homem só tem a vida completa após fazer três coisas:

– Plantar uma árvore;
– Escrever um livro;
– Fazer um filho.

Penso que hoje o mais difícil é plantar uma árvore, visto que a maioria das pessoas que conheço pouco esquenta para a preservação do meio-ambiente. Qualquer pessoa pode escrever um livro (minha sobrinha de 06 anos já escreveu 3), e ele não tem necessariamente que ser um best-seller. E quanto a fazer um filho, já tem gente colocando isso no primeiro lugar da lista, desde a pré-adolescência…

Gozando dos benefícios da atualidade moderna e tecnologicamente avançada, na qual inovações de negócios e aproveitamento de oportunidades são frequentemente abordadas por empreendedores de diversos níveis, aparece o TweetBookz. Através dele o tarado fanático por seus posts no Twitter pode encomendar uma versão impressa, em formato de livro com capa dura, de seus últimos 200 posts no microblog. No perfil do site no Flickr há algumas fotos sobre o produto.

Há possibilidade de escolha de capas e de apagar os posts indesejados. O livro é entregue pela FedEx em diversos países, inclusive no Brasil. A entrega de meu livro aqui no ES, com opção de capa dura sairia por $81,84… não compensa. Minha lista de prioridades não define o livro como o primeiro da lista.. rs…

Em tempo: meu nick no Twitter é nogarol_

Fonte: http://knowornever.blogspot.com/

Grooveshark

Wednesday, October 28th, 2009

Grooveshark é um site que permite ouvir músicas no sistema “search for music” sem cobrar nada por isso.

Simples de mexer e com uma interface bacana, o serviço permite que você possa encontrar sua música, artista ou álbum predileto. E mais: o acervo é muito amplo, inclusive conta com diversos artistas brasileiros.

Há a possiblidade de criação de playlist, de ouvir os sons mais tocados, de classificar os sons como “favoritos” e colocar seus sons na biblioteca de forma que seus amigos possam saber o que você está ouvindo.

Recentemente teve seu layout modificado e ficou mais enfeitado com possibilidade de alteração do “skin”, embora algumas opções estejam reservadas para os usuários VIP (devem ser aqueles que entram sem pagar fila na boate).

PJ Harvey

Enjoy it